Traje de «Domingueiro ou de ir à Feira»

Rapazes:

Chapéu: preto de copa baixa e de aba larga.

Camisa: branca de linho, com baixo cabeção de renda no pescoço, em vez de colarinho, renda que guarnece a abertura até à cinta. Mangas em canhão de renda. Borda-dos a branco no cabeção, abertura da frente e punhos. Bor-dado de favos nos ombros.

Calças: de «serrubeco» acastanhado (Ir à Feira) ou preto (Domingueiro)

Faixa: pretas de lã.

Sapatos: de atanado acastanhado, de sola e bico largo, com pala sobre os atadores brancos (Ir à Feira) ou pretos sem pala (Domingueiros).

Chinela: quase sapato aberto atrás, de atanado branco.

 

Raparigas:

Cachené: há três tipos – de fundo verde, azul ou acastanha-do, com rosas vermelhas e amarelas.

Lenço: em lã de merino, com frosques, dentro das cores dos cachenés. Sendo característica inconfundível, barcelense, a combinação do lenço castanho e do lenço azul, este quase exclusi-vamente de uso barcelense.

Camisa: branca de linho com gola larga bordada a crivo (S. Miguel da Carreira) característica original, com bordados a branco nos ombros e punhos, bordados de favos nos ombros e renda nos punhos.

Colete: preto de rabos, com bordados a cores e pespontado a branco.

Saia: de teia de lã de ovelha, fiada ás riscas, se cores (suaves), com barra preta (teia em tear artesanal).

Avental: da mesma teia da saia, mais claro, com barra e fitas pretas.

Lenço de namorados: de linho branco com quadras bordadas a mão em ponto de cruz.

Saiotes (interiores): de linho branco com rendas, uma mais curta e outra do mesmo tamanho da saia. Culotes: em algodão branco com rendas nas perneiras.

Meias: em algodão branco, rendadas e feitas à mão

Chinelas: pretas de biqueira arrebitada e com pespontos (discretos) em linhas de várias cores, ou, com um laço em tecido preto